Wilson Sons Rebocadores realiza operação inédita com navio de GNL em Sergipe

Embarcação abastecerá térmica no município de Barra de Coqueiros

A Wilson Sons Rebocadores, do Grupo Wilson Sons, realizou uma operação inédita no mercado brasileiro de óleo e gás, que durou cerca de dois meses, com embarcação de 306 metros de comprimento. O navio abastecerá com Gás Natural Liquefeito (GNL) a Usina Termoelétrica Porto de Sergipe, em Barra dos Coqueiros, na Grande Aracaju.

A operação de hookup ocorreu a seis quilômetros da costa de Sergipe e teve o apoio dos rebocadores Telescopium e WS Procyon. Eles foram conectados com cabo à popa e à proa da FSRU (sigla em inglês para Unidade de Armazenamento e Regaseificação de Gás Natural) para realizar as manobras necessárias ao acoplamento da embarcação ao sistema de ancoragem.

“Fizemos uma série de treinamentos prévios no nosso simulador de manobras, com a participação dos atores envolvidos na operação, e nos preparamos para enfrentar um cenário bem complexo. Em Sergipe, são comuns os ventos fortes e ondas grandes, principalmente, nesta época do ano”, conta o gerente da Frota e da Central de Operação de Rebocadores (COR) da Wilson Sons Rebocadores, CLC Pedro Lima.

A embarcação tem capacidade para estocar 163 mil metros cúbicos de GNL e para regaseificar até 21 milhões de metros cúbicos de gás por dia. Para se ter uma ideia, o gasoduto Bolívia Brasil pode transportar até 30 milhões de metros cúbicos por dia. O navio será reabastecido periodicamente por outros navios em operações ship to ship (transferência de combustível de navio para navio), que também terão apoio dos rebocadores da Wilson Sons.

A Wilson Sons Rebocadores opera em 25 localidades do país, com 75 embarcações cobrindo toda a costa brasileira. Sua frota inclui os dois rebocadores mais potentes do país, o WS Sirius e o WS Aries. A empresa conta também com uma unidade de treinamento de marítimos própria, o Centro de Aperfeiçoamento Marítimo William Salomon (CAMWS), e com a Central de Operações de Rebocadores, que rastreia remotamente as embarcações, contribuindo para o planejamento da ação e reduzindo os riscos de acidentes.

Categorias
Rebocador
Sem comentário

Deixe uma resposta

*

*

Categorias

RELACIONADO