PORTO DE SANTOS COMEMORA 124 ANOS

A Codesp comemorou o aniversário de 124 anos do Porto de Santos. Em 1888, ainda à época do Império, quando os empresários Cândido Gaffree e Eduardo Guinle receberam da Princesa...
Fotos do Porto de Santos para o banco de imagens do site www.portodesantos.com.br
Fotos do Porto de Santos para o banco de imagens do site www.portodesantos.com.br

A Codesp comemorou o aniversário de 124 anos do Porto de Santos. Em 1888, ainda à época do Império, quando os empresários Cândido Gaffree e Eduardo Guinle receberam da Princesa Izabel a autorização para viabilizar a construção e exploração da um pequeno trecho de área portuária. Este embrião se transformou na Companhia Docas de Santos (CDS), inaugurada em 1892, com sede no Rio de Janeiro. E, em 02 de fevereiro, a CDS entregou os primeiros 260 metros de cais, localizados onde hoje está o Armazém 4, na direção da Praça Barão do Rio Branco, em Santos (SP) onde atracou o cargueiro Nasmith, um navio a vapor da armadora inglesa Lamport&Holt.
O Porto de Santos, que teve sua origem vinculada ao café, sempre representou um grande agente propulsor do desenvolvimento, influindo diretamente também na expansão econômica de todo planalto paulista, compondo, junto com a ferrovia, a primeira grande cadeia logística que viabilizou o comércio marítimo do café e permitiu a implantação e o desenvolvimento industrial e agrícola da principal região econômica do Brasil. Com papel preponderante no desenvolvimento industrial do Estado de São Paulo e do Brasil  continua, de forma consolidada, participando expressivamente, na balança comercial brasileira.
O diretor presidente Alex Oliva, há pouco mais de dois meses no cargo, comemora o primeiro aniversário do Porto à frente da Codesp e destaca a importância da aproximação do Porto com a cidade. “Há 124 anos porto e cidade estabelecem uma ligação muito forte. Há, na verdade, uma autêntica cumplicidade nessa relação  onde a cidade deve olhar o Porto como seu grande aliado e o Porto reconhecer a cidade como seu habitat natural, seu grande parceiro. Santos é o maior complexo portuário do Hemisfério Sul  e cada cidadão deve manifestar seu orgulho por essa condição”, destacou Oliva.

O presidente comentou ainda o desempenho apresentado em 2015, principalmente nos dois últimos meses, quando o movimento de cargas resgatou o crescimento no total acumulado e virou o ano batendo novo recorde histórico, provando mais uma vez sua pujança. Para 2016, o presidente considera um tempo de conquista e o primeiro desafio é crescer ainda mais e superar os 120 milhões. A importância dos recentes leilões de três áreas também foi citada pelo presidente como uma iniciativa que deverá agregar ainda mais modernidade e eficiência. “Não basta ser o  maior, tem que ser o mais eficiente, o melhor”, concluiu.

O Porto de Santos, com cerca de 14 quilômetros de cais, concentra em sua área de influência cerca de 75 milhões de habitantes e  67% do PIB do país. Representa o maior gerador de empregos da região, atingindo, apenas nos municípios onde tem instalações, uma população de cerca de 1,5 milhão de habitantes e somente em Santos responde por cerca de 70 por cento da renda da cidade.

Assessoria de Comunicação Social

Companhia Docas do Estado de São Paulo

 

Categorias
DestaqueNotíciasPortos
Sem comentário

Deixe uma resposta

*

*

RELACIONADO