HAROPA registra os melhores números em 2017

O aumento foi de 6% no tráfego marítimo global e mais de 15% no tráfego de contêineres

Este resultado é fruto de um avanço global do setor de logística de HAROPA, que combina uma oferta de serviços de primeira classe, um trânsito de cargas de alto desempenho, desenvolvimento de parques logísticos conectados e serviços inland diversificados e multimodais.                                                                  Com um aumento de 6% no tráfego marítimo global e mais de 15% no tráfego de contêineres, HAROPA registrou os melhores números entre os portos do Norte da Europa para o ano de 2017. Pela primeira vez em sua história, HAROPA tratou 3 milhões de TEUs ao longo do ano na importação e exportação, o que constitui uma prova da confiança de seus clientes.
HAROPA recebe desde abril de 2017 as três grandes alianças “2M”, “Ocean Alliance” e “The Alliance” agrupando todas as linhas marítimas transatlânticas e dos trades Ásia-Europa. Além disso, a “The Alliance” acaba de anunciar a chegada, em abril de 2018, de um novo serviço Ásia-Europa colocando HAROPA como o primeiro porto escalado na importação. Com isso espera-se um aumento adicional do tráfego. A crescente força do terminal multimodal em Le Havre em 2017, com 145 mil TEUs tratados, dá suporte para o desenvolvimento de novos serviços ferroviários e fluviais.
O tráfego inland de contêineres ultrapassou os 2 milhões de TEUs pela primeira vez, crescendo 7%.
Os transbordos aumentaram 39% e também atingiram um recorde.
Com estes bons resultados, HAROPA reforça sua importância entre os portos norte-europeus: nos últimos 7 anos, o seu market share aumentou de 5,86% em 2011 para cerca de 7% em 2017 de acordo com nossas estimativas, um aumento de 1,1 ponto.
Outros trades de HAROPA aumentaram fortemente
O tráfego Ro-Rô, (300 mil veículos) na importação e na exportação, aumentou 18%.
Os granéis líquidos (+ 5%) também aumentaram considerando que as refinarias da região funcionaram a plena capacidade, resultando em uma diminuição na importação de produtos refinados.
Os serviços marítimos e fluviais com materiais de construção também estão em forte crescimento (respectivamente +19% e +14%) provando o impulso do setor de construção civil e obras públicas, a construção da Grande Paris (expansão das linhas de metrô) e o potencial de transporte fluvial para este mercado. De uma forma mais ampla, o tráfego de granéis secos está se recuperando com a nova estação de grãos.
O setor de cruzeiros e turismo também está crescendo, e atingiu um máximo histórico. 400 mil passageiros circularam por Le Havre, Honfleur e Rouen, que juntas, receberam cerca de 200 navios de cruzeiro. O setor de cruzeiros fluviais em seus vários componentes também está em aumentando (foram 7,5 milhões de passageiros em Paris, cerca de 80 mil deles hospedados ao longo do rio Sena).

Categorias
Comércio ExteriorPortos
Sem comentário

Deixe uma resposta

*

*

Categorias

RELACIONADO